Regras da boa educação no transporte público que todos precisamos lembrar

Toda criança deve aprender noções de bons modos: dar lugar às pessoas mais velhas, não fazer barulho, respeitar o espaço alheio, dizer ’por favor’ e ’obrigado’. Mas muita gente, ao chegar à idade adulta, parece esquecer totalmente das regras de comportamento no transporte público. E ainda que essas atitudes desagradáveis não resultem em multas ou processos, o castigo acaba sendo o olhar de reprovação de quem está ao redor.

  • Não atrapalhe a fila. A recomendação vale especialmente para os meios de transporte que requerem a verificação de documentos de identidade e de embarque, como ônibus interestaduais e aviões, por exemplo. Tenha à mão os documentos necessários com antecipação (bilhete e carteira de identidade). Assim, ao chegar o momento, você não irritará quem estiver atrás na fila ao fazer perguntas típicas, como “onde será que eu coloquei?” No aeroporto, também vale a pena se antecipar e tirar o relógio, cinto e sapatos de cano alto antes de passar pela equipe de segurança. Se possível, leve uma bagagem de mão pequena e despache aquela de maior volume. Assim, o embarque será mais rápido e cômodo.
  • Prepare antecipadamente as coisas necessárias para a viagem: lanches, aparelhos eletrônicos, documentos, dinheiro, um livro e similares. Assim, não será preciso incomodar os passageiros vizinhos na hora em que precisar se levantar durante o trajeto para pegar algo na bolsa de mão.
  • Não esqueça que outros passageiros também têm seus objetos pessoais. Os fabricantes de aviões e ônibus de longa distância, visando a reduzir custos, diminuem o espaço destinado às bagagens. Por outro lado, as malas em viagens longas costumam ser volumosas. Caso esteja levando várias malas, posicione-as verticalmente no compartimento de bagagem, de modo que elas ocupem menos espaço. Mantenha espaço livre para as coisas dos demais passageiros. Outra opção é colocar sua bagagem no chão, sob o assento à sua frente.
  • Ao oferecer a outro passageiro ajuda com a bagagem, você não apenas melhora a energia no ambiente, mas também diminui significativamente o tempo gasto no embarque. Nem é preciso dizer que é dever de qualquer pessoa ajudar os mais velhos, as mulheres grávidas, pessoas com crianças de colo e/ou com deficiência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *